E-Chords
Walter Morais

Rebeldia(Chords)

Walter Morais

Key: E
   

E                                                                                B   
alcei a perna numa bragada veiaca que quando me pegou,  o corpo quase me riba me saca   
                                                                                  E   
mas do meu jeito montei de para atirado e quando amanheço aluado nem o demônio me  ataca, de queixo duro,    
                                                                 B   
coiceiro e manoteador as estancias estão povoadas na escasses de domador tropilhas buenas riqueza sw    
                                                                 E  
sangue e raça , mas onde a doma não passa o pingo perde o valor  
F#m7                                       E7                             B                         E                                                   

Esta é a minha cina de lidar com a rebeldia.............repassando os mal domados, tirando balda e mania   

E              A                    E                            B             
Esta é a minha cina de lidar com a rebeldia repassando os mal domados,.......     tirando balda e mania   

E       B                                      B                                                   
.........    La na mangueira ja começa o tempo feio quando convido a bragada pra bailar nos meus arreios   
                                                           
                                                                                B  
 so mais uma das que foi mal começada e depois de ser domada renega o basto e o freio   
                                                                                

(B. E)x2  

E                                                                                   B  
esta bragada que me bombeava pra espora troteou comigo no lombo querendo tira uma  tora                                                                        


B                                                                                       E  
levei o o corpo na saída da porteira e lhe aprumei-lhe a soiteira num lançante campo a fora   

E                                                                              B   
serrei as puas e eu não vi mais o pescoço me parecia que estava de cavalo num caroço            E   

não froxo a perna que se desmancha em pedaços nem que eu fique no espinhaço tinindo a espora no osso    



E   
Esta é a minha cina....   

roll up this ad to continue

share this page

See Also: