E-Chords
Joca Martins

Bem Arreglado(Chords)

Joca Martins

roll up this ad to continue

Key: C
C  
Eu sou cria do passado e trago o hoje nas veias 
                                                                               G 
De raça ordeira e pacata, mas que jamais cabresteia 
                                   F                                      C 
Da tradição não me aparto, mas gosto das novidades         
                                 G                                 C 
E sigo domando potros nas folgas da faculdade 


C                                                                                                           
As mesmas mãos do teclado do novo computador 
                                                                              G 
São do bocal e das rédeas, do laço e do maneador 
                                     F                                           C 
As 'guria' acham bem lindo e alguma até se apavora 
                              G                                           C 
Quando eu apeio na praça de tirador e de espora. 
C                            G                                            C 
Sei dos segredos das luas pro pingo ser enfrenado 
                                           G                                      C 
Me orgulho quando apresento um potro bem arreglado 
                                           C7                          F 
Uso a ciência dos livros e a faculdade me alcança 
        Fm                           C  Am7        Dm      G7                  C 
Mesclada com a experiência que o campo deixa de herança. 
                                   G                                            C 
Quero marcar o meu tempo e tudo que ele me soma 
                                        G                                         C 
A estrada só me interessa num pingo da minha doma 
                                          C7                                 F 
Me gusta ser arreglado como os cavalos que encilho 
        Fm                          C   Am7         Dm      G7              C 
A vida nunca é o bastante pra quem não anda nos trilhos. 
F  G                                            C 
Seja rodeio crioulo, nas festas ou CTG 
                                        C7                        F 
Eu mostro a pátria que eu tenho, timbrada pra quem me vê 
                 Fm                                    C                      Am7 
Me vou pilchado pra aula, um tento atando os 'caderno' 
                    Dm                           G                                         C               
Que eu sou o próprio Rio Grande cruzando o mundo moderno. 
share this page

See Also: